Moésio Loiola terá que devolver quase R$ 5 milhões por gastos indevidos na sua gestão em Campos Sales, determina TCU

O Tribunal de Contas da União (TCU), em decisão proferida no Plenário sob o relator Ministro Walton Alencar Rodrigues, ordenou que o Município de Campos Sales efetue a imediata recomposição de contas específicas do Fundef.


Imagens: Reprodução/ TCU

Essa recomposição se refere ao uso indevido de valores de precatórios do Fundef ou a falta de demonstração de aplicação regular dos mesmos referente a gestão passada do ex-prefeito Moésio Loiola (2017-2020), que segundo o TCU, havia notificado o município sobre a necessidade de recomposição, porém não tomou as medidas requeridas, violando assim as determinações do tribunal.

Em uma nota de esclarecimento, o atual Prefeito Municipal de Campos Sales, João Luiz Lima Santos, afirmou que as informações sobre as contas municipais estão em análise pelo Tribunal de Contas dos Municípios, em um processo específico. Ele enfatizou que uma defesa foi apresentada e aguarda-se o julgamento das razões expostas. O prefeito ressaltou ainda o caráter opinativo do parecer emitido pelo Ministério Público.

Por: Redação Caririensi

Gostou da matéria, Compartilhe!

Scroll to Top