gif

Prefeito Guilherme Saraiva esclarece situação da desapropriação de casas no sítio Mata dos Limas em live informativa

Dr Guilherme começou a live explicando que a decisão de desapropriar e demolir as casas foi resultado de uma determinação do Ministério Público


Imagens: Reprodução/ Redes Sociais

Dr Guilherme começou a live explicando que a decisão de desapropriar e demolir as casas foi resultado de uma determinação do Ministério Público 
O prefeito Guilherme Saraiva realizou uma live de esclarecimento na noite da última sexta-feira, 29, para abordar a delicada questão da desapropriação e demolição de casas no Sítio Mata dos Limas, que tem deixado mais de 30 famílias em uma situação preocupante. Durante a transmissão ao vivo, o prefeito expressou preocupação com a situação dos moradores e ofereceu apoio para buscar uma solução justa e adequada para o problema.
Dr Guilherme começou a live explicando que a decisão de desapropriar e demolir as casas foi resultado de uma determinação do Ministério Público que remonta a 2020, após uma denúncia. Ele enfatizou que a prefeitura está disposta a trabalhar em conjunto com os moradores, indo até o Ministério Público para apresentar evidências e buscar alternativas para resolver a situação.
“Estamos aqui com os moradores da localidade e a procuradora do município, falar dessa questão com as casas que o Ministério Público ordenou fazer a demolição. Então, como a gente acabou de falar, isso foi uma determinação que veio desde 2020, desde a questão passada, que foi feita uma denúncia ao Ministério Público, e o Ministério Público agora ordenou que fossem demolidas essas casas. Eu estou querendo dizer aqui para vocês moradores, que podem contar com a gestão para resolver esse problema. Podem ficar tranquilos, dependendo da gestão, vocês vão ficar na casa de vocês do mesmo jeito que está hoje, e se possível até melhorar, regularizar e fazer esse pé da casa de vocês. Vamos encontrar uma solução e com certeza nós vamos chegar ao mesmo lugar com mais respeito,” declarou o prefeito Guilherme Saraiva.
A situação teve início após uma denúncia nas redes sociais que a prefeitura de Barbalha teria anunciado sua intenção de desapropriar e demolir várias casas no Sítio Mata dos Limas para a construção de uma “área verde”, e que teria o prazo de 5 dias para saírem das residências.
Por: Redação Caririensi

Gostou da matéria, Compartilhe!

Destaques

Scroll to Top