gif

Desembargador juazeirense Teodoro Silva Santos é escolhido por Lula e será ministro do Superior Tribunal de Justiça

O segundo nomeado pelo presidente é o desembargador José Afrânio Villela, representando Minas Gerais

Imagem: Reprodução/ TJCE
Em uma decisão que reverberou nos âmbitos jurídico e político, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva anunciou a escolha de dois novos ministros para compor o Superior Tribunal de Justiça (STJ), ambos provenientes dos tribunais estaduais. Dentre os selecionados, destacou-se o desembargador cearense Teodoro Silva Santos, membro do Tribunal de Justiça do Ceará, que se tornará o mais recente integrante da corte superior. O segundo nomeado pelo presidente é o desembargador José Afrânio Villela, representando Minas Gerais.
O que torna a nomeação de Teodoro ainda mais notável é o fato de ele ter sido o único nordestino e negro dentre os quatro candidatos previamente selecionados pelos ministros do STJ, o agora ministro é natural de Juazeiro do Norte. O que gerou uma significativa mobilização também em seu favor tanto no Ceará quanto em Brasília.
Lideranças influentes como o ministro da Educação, Camilo Santana, e o governador do Ceará, Elmano de Freitas, expressaram apoio à indicação de Teodoro. Além disso, os senadores Jacques Wagner e Davi Alcolumbre também se uniram à defesa do cearense para ocupar essa importante posição no STJ.
A confirmação oficial das nomeações deverá ser publicada nas próximas horas no Diário Oficial da União. Posteriormente, os dois indicados passarão por uma sabatina no Senado e, com o aval do Congresso Nacional, assumirão suas posições como ministros do STJ.
Elmano de Freitas, o governador do Ceará, comemorou entusiasticamente a indicação de Teodoro, destacando a honra que representa para o estado ter um de seus magistrados no Superior Tribunal de Justiça. Ele também enfatizou a importância da contribuição de Teodoro Silva para a renomada corte do Poder Judiciário brasileiro.
Essas nomeações seguem outra recente decisão do presidente Lula, que escolheu a advogada Daniela Teixeira para integrar o STJ a partir da lista tríplice enviada pela Corte. Nessa mesma lista, figurava outro cearense, o advogado Otávio Rodrigues Júnior. No entanto, Lula optou por nomear a única mulher presente na relação, fortalecendo ainda mais a diversidade dentro do STJ.
Por: Redação Caririensi

Gostou da matéria, Compartilhe!

Destaques

Scroll to Top