Pela 1ª vez Conselho de Segurança da ONU se reúne para discutir IA

Os membros do conselho discutiram perigos e vantagens da inteligência artificial


Imagem: Reprodução/ Redes Sociais

Nesta terça-feira, o Conselho de Segurança das Nações Unidas realizou sua primeira reunião sobre inteligência artificial (IA), os Estados Unidos alertaram contra seu uso para censurar ou reprimir pessoas e a China disse que a tecnologia não deve se tornar um “cavalo desgovernado”. O conselho contou com 15 membros.

O presidente da reunião, o secretário de Relações Exteriores do Reino Unido, James Cleverly, afirmou que a IA “alterará fundamentalmente todos os aspectos da vida humana’. Também alertou que a tecnologia abastece a desinformação e pode ajudar agentes estatais e não estatais na busca por armas, além de também ajudar a enfrentar as mudanças climáticas e impulsionar as economias.

Já o embaixador da China na ONU, Zhang Jun, descreveu a IA como uma “faca de dois gumes” e disse que Pequim apoia um papel de coordenação central da ONU no estabelecimento de princípios orientadores para a IA.

Por: Redação Caririensi

Gostou da matéria, Compartilhe!

Scroll to Top