STJ valida testamento do apresentador Gugu e os filhos ficam com 75% da herança

O Supremo fez valer a vontade do apresentador morto em 2019, que a maior parte ficasse com os filhos
Imagem: Reprodução/ Redes Sociais 
Na última terça-feira, 20, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) validou o testamento deixado pelo apresentador Gugu Liberato, finalizando os processos movidos pela herança bilionária. O apresentador morreu em 2019, aos 60 anos, após um acidente doméstico em Orlando, nos Estados Unidos.
O testamento deixado por ele sete anos antes de sua morte, determina que 75% de seus bens, avaliados em mais de R$ 1 bilhão, devem ser divididos entre seus três filhos, João Augusto, Marina e Sofia Liberato, e 25% entre cinco sobrinhos e a irmã do comunicador. O documento deixa Rose Miriam Di Matteo, mãe de seus filhos, de fora da partilha, que briga em outro processo para ter uma união estável com o apresentador reconhecida. 
A decisão final que valida o testamento deixado por Gugu foi tomada por unanimidade pelos ministros do STJ. O processo segue em segredo de Justiça e ainda cabe recurso ordinário.
Por: Redação Caririensi

Gostou da matéria, Compartilhe!

Scroll to Top