Doutora Andréa Landim se reúne com Mestres da Cultura em Juazeiro do Norte

Na noite desta terça-feira (6), a candidata a deputada federal Doutora Andréa Landim (PSB) esteve reunida com Mestres da Cultura de Juazeiro do Norte, no bairro João Cabral. O momento foi de ouvir, refletir, propor e reafirmar o compromisso com o setor cultural.
Imagem: Reprodução/ Redes Sociais 
O encontro aconteceu na residência da Mestra Dôra-Artesã, florista e produtora dos grupos de cultura popular. A Mestra Maria Fabrisleny, do Reisado Mirim Afilhados de Cícero Zabumbeiro, brincante do Reisado dos Irmãos e Guerreira Santa Madalena esteve presente.
Outra presença ilustre do momento foi a do Mestre Zé Matias do Cavaquinho, herdeiro do Mestre Zé Matias do Reisado dos Matias e músico do Forró da Terceira Idade. Populares e apoiadores da Doutora Andréa Landim também marcaram presença.
Na reunião, Doutora Andréa Landim defendeu a recriação do Ministério da Cultura, além do financiamento e assistência social e de saúde de mestres da Cultura. A candidata elogiou o legado e trabalho de décadas da Mestra Dôra-Artesã. “A luta dela foi grande para chegar até aqui. A partir de agora, é com a juventude. A gente não pode deixar a Cultura morrer”.
Doutora Andréa Landim lamentou o descaso com a Cultura Popular e afirmou que sabe da situação. “Os mestres lutam para manter, mas não têm o apoio merecido. A gente sabe da luta de vocês. É como se ninguém acreditasse mais na Cultura”.
Em constante construção de propostas verdadeiramente populares, Doutora Andréa Landim destacou o seu compromisso realista. “Não quero que o meu nome esteja ligado a promessas falsas. Não me coloquei na política para sujar meu nome. Não fui só médica nessa vida não. Eu já trabalhei muito. Já fui sacoleira, já fui padeira. Já fiz de tudo”.
Doutora Andréa Landim defendeu, ainda, que as políticas culturais devem ser construídas diretamente com as opiniões de mestres e mestras da Cultura Popular. “Alguém perguntou a vocês o que vocês achavam do Centro Cultural do Cariri? O que vocês pensavam? Vocês são a alma da Cultura. Política pública se constrói ouvindo as pessoas. É preciso ouvir o que nossos mestres precisam”.
Mestra Dôra-Artesã relatou e lamentou o fim do trabalho social que exercia através da Cultura, encerrado pelo fim de incentivos.  “A gente tinha uma sede. Recebíamos várias crianças. Eu ensinava bordado. Tinha reforço escolar. Tinha reunião com os mestres. Tinha aula de música e banco de alimentos. Aí não teve mais o apoio”.
Da casa da Mestra Dôra-Artesã, Doutora Andréa Landim seguiu para a residência do Mestre Zé Matias do Cavaquinho. Lá, foi homenageada com duas músicas compostas pelo artista. Emocionada, Doutora Andréa Landim recebeu a honra de ser coroada por Zé Matias.
Ao fim da reunião, Doutora Andréa Landim avaliou o momento como “emocionante, enriquecedor e conscientizador”. A candidata segue agora sua agenda de compromissos, buscando a construção de um projeto de mandato popular, onde, segundo ela, “o povo vai ser deputado”.

Gostou da matéria, Compartilhe!

Scroll to Top